Reflexão do dia



Num dia ensolarado, pela tarde da manhã, quando a lua cheia era minguante, tudo era em nada diferente do igual. A temperatura alta congelava o vento, que de desmotivado, motivava-se a soprar sem se por estar em movimento. E, isso era aquilo que, por não compreender era compreensível não ter compreendido. Poderia ser diferente e, só era igual porque ninguém me disse que, dizendo-me, o que dissesse seria dito por aquele que diria o que ainda não me disseram; mas, eu acho que sobre isso nada tem a dizer...

Então parti em direcção contrária à oposta e, disse a mim mesmo em silêncio gritante: - Porque as palavras não dizem aquelas coisas pelas quais não foram escritas para dizer? Nisso todos esses assuntos confundiam os meus olhos que queriam acompanhar o raciocínio lógico que, por sua vez, corria tanto quanto uma placa de 300km; o que não é muito, mas, é bastante.

Pude fazer esta descoberta graças a estar coberto pelo véu que o cobria, cabendo a mim descobri-lo de forma tradicional: retirando-o do estado de coberto para o estado de descoberto. Estes problemas foram resolvidos com simples cálculos matemáticos e, só não foram exactos devido à complicação que é de sua propriedade. Além de que, há o factor relevante das aulas que me dei e não recebi, referente ao mesmo assunto, que particularmente já nem sei a que respeito venha a ser.
E encontrando-me neste local, onde já não me localizo, olhei para o mapa que nunca levo comigo e, lembrei, sempre esquecê-lo em casa. Naquele instante, foi quando o despertador me despertou, e eu disse com todas as palavras que essas letras me ensinaram: - Se queres despertar do pesadelo, certifica-te primeiro de estar a dormir!

Pilates - o meu testemunho

Pilates
O meu testemunho


Começa de novo a invasão sobre Pilates. Faça pilates no verão e sentir-se-á melhor, é apenas uma das muitas frases que invadem o face.

deixo aqui o meu testemunho:
ao longo dos anos fiz vários pilates em várias épocas o ano. Todos estão de pé fortes e saudáveis, porque faço os pilates sempre com uma boa argamassa de 1 parte de cimento para 2 de areia e com a mesma quantidade de pedra que de areia, não esquecendo claro o fundamental que é a armação de ferro.

Assim, os Pilates da minha casa, que foram feitos no Inverno, estão tão bons como os Pilates da casa do meu vizinho que a fez no verão.

Não importa em que época são feitos os Pilates,
Faça os Pilates sempre fortes e resistentes para uma boa sustentação da sua casa!

JC

A gripe e as pétalas do meu chacra

Estou muito melhor do meu chakra, andava a sentir-me meio esquisito, espirrava sem razão aparente; pensei até que fosse uma gripeka e que iria morrer, ía encontrar-me com o meu guia mais depressa; cheguei a imaginar a Luz, ao abrir os olhos percebi que era o isqueiro do meu sobrinho a acender o cigarro.

Não é que uma amiga minha, que felizmente é espírita com diploma e tudo, perita em energias e com mestrado em chacras (fez 3 cursos de reiki no fim de semana passado ), disse-me que era dos chakras, tinha os chacras nº 7 e nº 3 entupidos com energias pesadas e que tinha os níveis de kundaline em baixo.

Realmente eu já tinha sentido um peso a mais, agora sei que era do peso dessas energias, até me sinto mais leve, senti logo ao sair de casa dela...

No meio da febre e dos espirros, lá me deu uma dose de kundaline com uns OMMs à mistura e a troco de 25 euritos, directamente para os chackras que estavam avariados; acho que o chacra tem 76 pétalas e só estavam a funcionar 22. As restantes estavam a andar em sentido contrário... felizmente nenhuma brigada de trânsito me mandou parar, daria apreensão dos chrakras no mínimo.

Depois da sessão convenceu-me a tirar um curso com o mestre dela, assim, na próxima vez não precisaria de mais nada pois ficaria apto a repor os kundalines todos a mim mesmo com um simples pensamento, o Universo trataria do resto; penso que o tal do Universo deve ser o guia da minha amiga.

Foi aqui nesta conversa que soube que tenho um chacra com raizes e que é vermelho. Tenho também um outro que é muito importante e que é coronário... será daí que vem o termo corno? É que tudo está na cabeça... Já o meu avô dizia que a hospitalidade é importante pois alivia as urgências dos Hospitais.

Enfim, a minha amiga Ana, que agora é a “Terapeuta Ahna de Lis”, é uma pessoa especial, canaliza estes kundalines que nos fazem ficar doentes quando estão com os níveis errados, mas não me soube dizer onde é a vareta para ver o nível, só o mestre sabe ver a vareta e ela ainda não é mestre, isso é outro curso.

Agora que me sinto melhor do kundaline, vou ao médico tratar a gripe que entretanto progrediu.

beruby.com, o portal que partilha os seus rendimentos